quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

'Fringe' - Walter, Peter e Olívia em sua permanente guerra contra o Destino! - por Marcos Doniseti!

'Fringe' - Walter, Peter e Olívia em sua permanente guerra contra o Destino! - por Marcos Doniseti!


Estariam Walter, Peter e Olívia travando uma incessante guerra contra o Destino?

Como já afirmei em outros textos publicados neste blog, entendo que a Olívia é a representação da Deusa da Memória na Mitologia Grega, que é a Mnemósine.

Como tal, ela tem o poder de se lembrar de todos os fatos que aconteceram nas Timelines anteriores e que os outros esqueceram. 


Assim, por exemplo, somente ela se lembrou que o Peter havia existido na Timeline Original e que ele havia participado intensamente da sua vida e da de Walter, em especial.


Mas penso que este não é o único poder que a Olívia possui.


Estou convencido de que a Olívia tem um outro poder extremamente importante: o de quebrar com os efeitos do Paradoxo. 


Como assim? 


Ela teria a capacidade de fazer com que o Paradoxo seja incorporado à uma nova realidade. Desta maneira, a Olívia teria o poder de fazer com que 'o Paradoxo deixasse de ser um Paradoxo', pois os efeitos que este geraria seriam anulados por ela. 


Isso explica porque, além de ter trazido o Peter de volta com as memórias que possuía dele (embora não tenha sido este o único fator que possibilitou tal retornou, como já escrevi aqui no blog), o mesmo pôde continuar existindo na Timeline Reescrita, mesmo sendo um Paradoxo. 


Assim, penso que ao conseguir quebrar com os efeitos do Paradoxo, a Olívia tem o poder de fazer com que a Humanidade não fique presa a um Destino pré-determinado. Por isso é que o September disse que o Destino pode ser mudado. E pode mesmo, tanto que Walter, Peter e Olívia já fizeram isso em várias oportunidades. 


Mas é claro que isso sempre cobra um preço, que é o fato de que alguém acaba sendo sacrificado na história. 


No final do 3o. ano, quem fez o sacrifício foi o Peter. No final do 4o. ano foi a Olívia, que foi morta (mesmo que por pouco tempo) pelo Walter. E agora, no encerramento da quinta temporada, foi a vez do Walter se sacrificar. 


Porém, mesmo com a existência destes sacrifícios, isso não impediu que eles modificassem os seus destinos, criando novas realidades, novas Timelines. E eles já fizeram isso em duas oportunidades, pelo que já foi visto na série. Digo isso porque me pergunto se eles já não fizeram o mesmo em outras oportunidades, mas sem que isso tenha sido exibido no seriado. 


Para mim, está perfeitamente claro que Walter, Peter e Olívia travam uma luta incessante contra um Destino que lhes foi imposto e ao qual eles não se submetem. E é justamente por isso que eles vivem reiniciando o Tempo e criando novas realidades, pois desejam viver juntos e serem felizes, mas parece que o Destino sempre os impede de fazer isso. 


Mas, quem criou esse Destino? Quem o manipula? Quem o controla? 


Penso que uma ótima forma de entender esse tema, que é extremamente importante em 'Fringe', seria através da leitura do livro 'O Fim da Eternidade', do Isaac Asimov, cujo tema principal é justamente esse, ou seja, o conflito entre o Destino e o Livre-Arbítrio. 


A série (bem como o livro do Isaac Asimov) lança a seguinte questão: Afinal, a Humanidade é realmente livre para fazer as suas escolhas ou os seres humanos são meros peões num grande jogo no qual sequer sabem quem são aqueles que o controlam?


Lembram do que o Comandante dos Observers disse para Windmark quando este sugeriu que a Resistência e Michael fossem eliminados? Ele disse que aquilo não poderia ser feito naquele momento, pois exigiria um grande 'reajuste de probabilidades' e que eles não estavam preparados para algo assim. Mas, quem faz estes reajustes de probabilidades? 


Obs: Se vocês lerem o livro do Asimov, talvez encontrem a resposta. 


Desta maneira, eles não levaram adiante tal idéia porque temiam pelas consequências negativas que este fato poderia gerar no futuro e para eles mesmos. 


Em 'Fringe', como é que o Destino faz para manter os seres humanos presos a uma realidade pré-determinada, na qual o Livre-Arbítrio inexiste e não passa de uma mera ilusão?


Penso que seja através do Paradoxo. 


Como assim?


Na quarta temporada vemos que, inicialmente, o Peter sumiu na Timeline Reescrita porque havia se tornado um Paradoxo. 


Agora, Walter teve que sumir desta Timeline Redefinida porque também se tornaria um Paradoxo e, logo, acabaria sendo apagado da mesma. 


A questão é: será possível mudar o Destino sem que um deles (Walter, Peter, Olívia) seja sacrificado, mesmo que um dos três se tornasse um Paradoxo? 


Talvez. 


Assim, por exemplo, se de fato a Olívia tem o poder de eliminar os efeitos negativos do Paradoxo (afinal, ela já fez isso com o Peter na Timeline Reescrita), então abre-se o caminho para o retorno do Walter à nova Timeline Redefinida. 


Ele poderia voltar, mesmo sendo um Paradoxo, pois a Olívia anularia os efeitos do mesmo. A questão é como que eles fariam isso, já que o Walter queimou o seu diário, com todas as anotações relacionadas aos seus antigos projetos e pesquisas. 


As memórias da Olívia, sozinhas, poderiam fazer isso? Ou seria necessário algo mais? Penso que eles (Peter, Olívia) teriam que ir atrás de outros arquivos e documentos que o Walter eventualmente possa ter guardado e que lhes permitisse ter acesso a uma tecnologia que tornasse isso possível, construindo um aparelho específico para viabilizar o seu retorno. Ou então, teriam que procurar por isso em outro lugar. Mas onde? Com quem? É claro que não sabemos. 


Em 'Fringe', os poderes e habilidades da Olívia, dos Observadores, etc, estão sempre relacionados a uma Ciência e a uma Tecnologia. Sem estas, os seus poderes desaparecem. 


A Olívia, por exemplo, desenvolveu os seus poderes graças à criação do cortexiphan pelo William Bell. Já os Observers deviam os seus poderes graças ao dispositivo introduzido em seus cérebros. 


Walter e Michael somente conseguiram viajar para o Futuro porque tiveram acesso a um conhecimento e a uma tecnologia que September trouxe do Futuro, senão isso jamais teria acontecido. Não se pode esquecer que nem mesmo Walter, com o seu brilhante intelecto, conseguiu compreender a Física necessária para construir tal aparelho. Foi necessário que September se preocupasse com isso. 


Assim, como vimos na série nestas cinco temporadas, com certeza não seria nada fácil promover o retorno de Walter à história. 


Aliás, em 'Fringe', nunca nada foi fácil para os protagonistas. 


Mas penso que seria perfeitamente possível promover o retorno do Walter, desde que a tecnologia adequada estivesse disponível, pois o poder de anular os efeitos do Paradoxo a Olívia já os possui. 



Obs: Tempos atrás eu encontrei o livro do Asimov na Net para baixar. Aqui está o link para você fazer o download do livro:


http://www.2shared.com/document/nbChTToB/O_Fim_da_Eternidade.html


Links:


Série é encerrada na TV com um final épico e perfeito:


http://popeseries.blogspot.com.br/2013/01/fringe-serie-e-encerrada-na-tv-com-um.html


As conexões de 'Fringe' com a Mitologia, Religião, Ciência...:


http://popeseries.blogspot.com.br/2013/01/fringe-serie-e-as-suas-conexoes-com.html


Porque a Olívia teria que morrer em todos os possíveis futuros da Humanidade:


http://popeseries.blogspot.com.br/2013/01/fringe-porque-olivia-teria-que-morrer.html



2 comentários:

Rick D. Marques disse...

Marcos, seus textos são viciantes cara!
Parabéns!
Tô devorando cada poste descobrindo coisas que eu nem imaginava em Fringe.
Anotei a dica do livro, vou ler com certeza!

Abraços!

Marcos Doniseti disse...

Obrigado, Rick.

'Fringe' nos inspira demais, de tão boa que é e tantos são os elementos presentes na série, sobre os mais variados assuntos.

E volte sempre ao blog.

Abraços.